CONVÊNIO COM EMPRESAS, ASSOCIAÇÕES E UNIVERSIDADES

CONVÊNIO COM EMPRESAS, ASSOCIAÇÕES E UNIVERSIDADES
CONVÊNIO COM EMPRESAS, ASSOCIAÇÕES E UNIVERSIDADES

QUEM SOMOS

Oferecemos nossos serviços nas áreas da Psicologia Clínica, Escolar e Organizacional, em forma de cursos e Psicoterapias individual ou em grupo.
O Grupo Desenvolver tem por objetivo, promover o crescimento emocional e cognitivo do ser humano, em todos os seus campos de atuação.
Procuramos desenvolver uma visão holística do ser humano, visando entender o homem integrado, compreendendo-o em toda a sua complexidade. Portanto, lançamos um olhar atencioso nas esferas: cognitiva, psíquica, social e espiritual.

Gostaríamos de firmar convênio com sua organização, para que possamos oferecer nossos serviços na área da Psicologia clínica, em forma de Psicoterapia individual ou em grupo, para seus funcionários ou alunos.
Lembramos que para se conveniar, a organização não terá nenhum custo, bem como, não se responsabilizará pelo pagamento das sessões psicoterápicas. Sua única participação será quanto a divulgação dos nossos serviços, junto ao quadro de colaboradores da sua organização.

Plano de saúde
Os planos de saúde em sua maioria, não cobrem tratamento psicoterápico, porém sabemos da importância do colaborador poder usufruir deste beneficio, quando necessitar de apoio psicológico, para administrar seus conflitos, quer sejam oriundos da vida profissional ou pessoal.

Vantagens
Você que atua na área de RH, sabe o quanto sua empresa poderia ganhar em termos de produtividade, se seus colaboradores estivessem bem consigo mesmos. Muitas vezes não nos damos conta de quantas faltas ao trabalho, acidentes de trabalho, baixa produtividade, os colaboradores tem por estarem com alguns conflitos mal resolvidos.
Pense nisso! e melhorem a qualidade de vida do maior patrimônio da sua empresa, as pessoas que nela e por ela trabalham. Você não desembolsará nada por isso.

Descontos
Oferecemos descontos de 30% para funcionários e 20% para dependentes (pais, cônjuges, filhos e irmãos).
Através da parceria formada entre a escola e o Grupo Desenvolver, proporcionamos aos pais e profissionais da educação, um espaço para discussão de temas relacionados a criança e seu desenvolvimento social, afetivo e emocional.

PARCERIA COM ESCOLAS
O que oferecemos
Através da parceria formada entre a escola e o Grupo Desenvolver, proporcionamos aos Pais e profissionais da educação, um espaço para discussão de temas relacionados a criança e seu desenvolvimento social, afetivo e emocional.

Nós do Grupo Desenvolver, juntamente com a escola, acreditamos que o trabalho em grupo permitirá que pais e profissionais, possam falar de suas dúvidas e ansiedades. Através do nosso embasamento teórico e prático, esperamos poder ajudá-los a entender melhor o mundo da criança.

Desta forma, oferecemos cursos para pais e profissionais da área educacional, e convênio para psicoterapia individual e em grupo.

Investimento
Para firmarmos esta parceria, sua escola não terá nenhum custo, bem como não se responsabilizará pelo pagamento das sessões psicoterápicas ou das inscrições nos cursos. Sua única participação será quanto a divulgação dos nossos serviços, junto ao quadro de funcionários e pais vinculados a sua escola.

Descontos
Oferecemos descontos de 30% para funcionários e alunos e 20% para dependentes (pais, cônjuges, filhos e irmão). Funcionários e pais de escolas conveniadas, terão descontos nas inscrições de cursos.

CURRICULUM DAS PROFISSIONAIS (RESUMO)
Maria Terezinha Tomasia – CRP 06/60117
Psicóloga clínica há 6 anos, psicóloga organizacional há 10 anos, grafóloga há 6 anos. Facilitadora de cursos na área de RH há 4 anos. Psicoterapeuta – Linha Humanista e Psicodramatista em formação.

Fernanda Teixeira – CRP 06/70453
Psicóloga escolar há 5 anos e organizacional há 4 anos. Professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental. Psicoterapeuta – Linha Psicanalítica

PSICOLOGIA ESCOLAR

PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLAR

Andaló (1984), propôs a atuação do psicólogo escolar como um agente de mudanças dentro da instituição, onde funciona como um elemento catalisador de reflexões, um conscientizador dos papéis representados pelos vários grupos que compõem a instituição.

Assim, o trabalho desse profissional parte da análise da instituição, levando em conta o meio social na qual está inserida e o tipo de clientela que atende, além dos vários grupos que a compõe, sua hierarquização, relações de poder que ali se encontram, bem como a análise da filosofia específica que a norteia, e chegando até a política educacional mais ampla.

O psicólogo escolar deve iniciar sua atuação por um levantamento da instituição onde pretende atuar; as queixas levantadas pela mesma, caracterizando-a em seus aspectos institucionais, para assim, diagnosticar a realidade em que esta se encontra.

A partir disso, organiza-se o planejamento de sua atuação sob o ambiente institucional. Porém, o psicólogo escolar terá que ter em mente que seu projeto inicialmente estabelecido, poderá sofrer alterações no decorrer de sua intervenção na instituição, pois ao lidar com pessoas, estará sujeito à sazonalidades e transformações constantes, portanto, deverá ser flexível e adaptar-se às necessidades da mesma.

Para Bleger (1984), a atuação desse profissional deve ser realizada fora dos limites do consultório e dentro das instituições; lidando com a saúde mental e com a psicohigiene nos grupos e nas atividades diárias, ou seja, estando mais inserido nesta rotina. A importância de seu estudo é o de recuperar a dimensão política e institucional nos processos grupais; empregando, assim, o termo psicologia institucional.

Portanto, é de responsabilidade do psicólogo escolar, contribuir para o processo de questionamento e mudança, auxiliando com seus recursos teóricos e metodológicos, os protagonistas do processo institucional, a reconhecerem seu papel de vítimas e de agentes transmissores da dominação e da opressão que prevalece na sociedade como um todo e que o tempo todo encontra-se presente em nossas relações. É seu papel, detectar e diligenciar os conteúdos latentes e implícitos das relações vinculares.

CURSOS EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL

OBJETIVO
Este curso visa fornecer recursos, para quem trabalha com grupos em treinamento e desenvolvimento. Quer seja na área escolar, organizacional, hospitalar ou outras.

PROGRAMA
– Fornecer jogos e vivências para trabalhar com grupos;
– Refletir sobre a importância do lúdico para desenvolver pessoas;
– Discutir sobre o papel do facilitador;
– Treinar a percepção para fazer a leitura dos conteúdos trazidos pelo grupo;
– Refletir sobre os cuidados que devemos ter ao trabalhar com jogos e vivências;
– Apresentar jogos e vivências para os seguintes temas: trabalho em equipe,
motivação, administração de conflitos, relacionamento interpessoal, agressividade,
liderança, auto conhecimento, auto estima, estigmas, resistência ao novo,
integração, comunicação, entre outros.
Inscreva-se aqui ou Pelo Telefones: (11) 5572-1331 – 5570-2920 – 9813-9476
R$ 140,00 (cento e quarenta reais) para estudantes e,
R$ 220,00 (duzentos e vinte reais) para profissionais;
Pagamento em até 3 vezes.
LOCAL – Clínica Psicológica – Rua Dr. Neto de Araújo, 363 – Vila Mariana – SP (próximo ao metrô).

CURSO DE DINÂMICA DE GRUPO APLICADA À SELEÇÃO DE PESSOAL
Dia 03/07/2004 – Das 09:00 às 16:00 horas

OBJETIVO
– Qualificar os participantes a avaliar pessoas por meio da D.G;
– Informar quais competências podem ser avaliadas pela D.G;
– Discutir os cargos que poderão ser avaliados através da D.G;
– Orientar sobre a postura do avaliador;
– Fornecer algumas D.G. aos participantes.
Inscreva-se aqui ou pelos Telefones: (11) 5572-1331 – 5570-2920 – 9813-9476
INVESTIMENTO – R$ 120,00 (cento e vinte reais) para estudantes e,
R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) para profissionais;
Pagamento em até 3 vezes.
LOCAL – Clínica Psicológica – Rua Dr. Neto de Araújo, 363 – Vila Mariana – SP (próximo ao metrô).

CURSO DE AVALIAÇÃO DE POTENCIAL (A.P.)
Dia 10/07/2004 – Das 09:00 às 16:00 horas

OBJETIVO
– Informar quais recursos podemos utilizar para realizar a A.P.;
– Refletir sobre as vantagens que as empresas tem ao realizar A.P.
– Discutir passo a passo a implantação da A.P.;
– Identificar quais fatores poderão comprometer o sucesso da A.P., as chamadas armadilhas;
– Informar quem são as pessoas que devem ser envolvidas na A.P.;
– Apresentar formar de como atrelar a A.P. aos programas de treinamento;
– Refletir como a A.P. poderá ajudar a economizar custos com treinamento;
– Verificar a influência da cultura organizacional na A.P.;
– Apresentar modelos de laudos de A.P.;
– Discutir a importância do feedback no processo de A.P.;
– Fazer um estudo de caso prático, vivenciado pela instrutora, afim de contribuir
para o aprendizado dos participantes.
Inscreva-se aqui ou pelos Telefones: (11) 5572-1331 – 5570-2920 – 9813-9476
INVESTIMENTO – R$ 120,00 (cento e vinte reais) para estudantes e,
R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) para profissionais;
Pagamento em até 3 vezes.
LOCAL – Clínica Psicológica – Rua Dr. Neto de Araújo, 363 – Vila Mariana – SP (próximo ao metrô).

CURSO DE GRAFOLOGIA BÁSICO
Dia 17/07/2004 – Das 08:00 às 17:00 horas *
* Mais 6 horas de supervisão a distância

OBJETIVO
Fornecer aos participantes conhecimentos técnicos de como analisar a escrita e definir características profissionais, através da grafologia.

PROGRAMA
– Conhecer os 8 gêneros da grafologia;
– Apresentar o histórico da grafologia;
– Estudar o espaço gráfico;
– Falar das principais escolas e métodos;
– Apresentar modelos de laudos na análise grafológica;
– Verificar as características da escrita X os perfis profissionais.
Inscreva-se aqui ou Pelo Telefones: (11) 5572-1331 – 5570-2920 – 9813-9476
R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) para estudantes e,
R$ 260,00 (duzentos e sessenta reais) para profissionais.
Pagamento em até 3 vezes.
LOCAL – Clínica Psicológica – Rua Dr. Neto de Araújo, 363 – Vila Mariana – SP (próximo ao metrô).

OBJETIVO
– Capacitar os participantes a realizarem seleção de pessoal;
– Apresentar novas técnicas de seleção;
– Promover integração e troca de experiência entre os participantes;
– Discutir os novos meios de recrutamento de candidatos;
– Informar sobre o fluxo de um processo seletivo: do surgimento da vaga e a
definição do perfil até a escolha das técnicas a serem utilizadas;
– Refletir sobre o papel do selecionador de pessoal;
– Discutir a utilização de testes no processo seletivo, quando e como devemos utilizá-los.
Inscreva-se aqui ou pelos Telefones: (11) 5572-1331 – 5570-2920 – 9813-9476
INVESTIMENTO – R$ 120,00 (cento e vinte reais) para estudantes e,
R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) para profissionais;
Pagamento em até 3 vezes.
LOCAL – Clínica Psicológica – Rua Dr. Neto de Araújo, 363 – Vila Mariana – SP (próximo ao metrô).

CURSO DE SELEÇÃO POR COMPETÊNCIAS
Dia 14/08/2004 – Das 09:00 às 16:00 horas

OBJETIVO
Capacitar profissionais e estudantes a realizarem seleção baseada em competências.

PROGRAMA
– Informar o histórico da seleção por competências;
– Apresentar as diferenças conceituais entre habilidade, potencial, e competências;
– Treinar os participantes a fazerem entrevista por competências;
– Informar como definir as competências de cada cargo;
– Apresentar recursos (jogos) que poderão ser utilizados durante a entrevista, para
identificar competências;
– Ensinar como avaliar competências através de dinâmica de grupo.
Inscreva-se aqui ou pelos
INVESTIMENTO – R$ 120,00 (cento e vinte reais) para estudantes e,
R$ 195,00 (cento e noventa e cinco reais) para profissionais;
Pagamento em até 3 vezes.
LOCAL – Clínica Psicológica – Rua Dr. Neto de Araújo, 363 – Vila Mariana – SP (próximo ao metrô).

A QUEM SE DESTINA
Estudantes das áreas de Psicologia e Administração de Empresas;
Profissionais de Recursos Humanos que tenham interesse no assunto.

INSCRIÇÕES E ESCLARECIMENTOS
Ao solicitar sua inscrição, favor informar o nome completo para a emissão do certificado.
Sua inscrição só se efetivará, com o respectivo depósito na conta corrente indicada no formulário de inscrição.
* Para todos os cursos, estão incluídos coffee brake, apostilas e certificados.
Inscreva-se aqui

FACILITADORA
Maria Terezinha Tomasia – CRP: 06/60117
Psicóloga, Pós-Graduada em Qualidade Total e Gerenciamento de Pessoas.
Psicodramatista em formação pela ABPS.
Experiência de 10 anos na área de RH, tendo atuado em empresas de médio e grande porte. Nestas empresas respondeu pelas áreas de: Seleção de Pessoal, Treinamento, Cargos e Salários; Avaliação de Potencial, Programa de Trainnes, Captação de Novos Talentos e Apoio Psicológico a Funcionários.
É articulista de três jornais, coluna intitulada “comportamento humano.”
Grafóloga há 6 anos.
*Psicóloga clínica, linha humanista.
*Instrutora de cursos do SENAC.
*Facilitadora de cursos em RH há 5 anos, tendo treinado mais de 1000 pessoas.
*Palestrante em escolas e universidades.
*Supervisora de profissionais de RH e estudantes de psicologia.
*Diretora/Coordenadora do Grupo Desenvolver e consultora em RH.
Também publicamos estes cursos nas revistas: Revista Viver Psicologia, Revista Psicologia Catharsis e no Portal do Psicólogo.

Última actualização

Última actualização
Última actualização

Webmaster: Informatica Conteúdos: Informacao Concebido: Infordesporto Política de Privacidade
Nota de Abertura
A Direcção Geral de Geologia e Energia (DGGE) é o órgão da Administração Pública Portuguesa com responsabilidade pela concepção, promoção e avaliação das políticas relativas à energia e aos recursos geológicos, numa óptica do desenvolvimento sustentável e de segurança do abastecimento energético. Na missão da DGGE inclui-se, naturalmente, a necessidade de sensibilizar os cidadãos para a importância daquelas políticas, no quadro do desenvolvimento económico e social que se deseja para o país, informando-os sobre os instrumentos disponíveis para a execução das decisões políticas e divulgando os resultados do seu acompanhamento e execução.

Neste contexto, a Direcção Geral de Geologia e Energia disponibiliza uma página na Internet na perspectiva de, por um lado, proporcionar um acesso mais rápido à informação, que se pretende progressivamente melhorada e, por outro, contribuir para a concretização dos objectivos da Iniciativa Nacional para a Sociedade da Informação. Esta Iniciativa confere à disponibilização da informação, via Internet, um papel essencial para o cumprimento de um dos objectivos básicos dos serviços públicos, que é o de permitir um melhor e mais fácil acesso dos cidadãos ao resultado dos trabalhos que neles são desenvolvidos.

PSICOTERAPIA – QUANDO DEVEMOS PROCURAR AJUDA DE UM PROFISSIONAL?

Devemos procurar ajuda Psicológica, quando estivermos sofrendo demais ou fazendo alguém sofrer além do necessário. Isso pode estar ocorrendo na esfera profissional, com relação a chefe/subordinado; entre colegas de trabalho; referente a insatisfação e desmotivação com a carreira, ou seja, com a profissão que exercemos.

Na vida pessoal, pode ser em função de conflitos familiares entre pais e filhos, irmãos, parentes, cônjuges, namorados etc.

Também tem aqueles casos em que o problema é mais grave, e a pessoa já não consegue viver bem com ela mesma. São os casos de algumas psicopatologias (doenças mentais) mais sérias, como: a Síndrome de pânico, Neurose obsessiva compulsiva, fobias, depressão, dependência química e tantas outras.

Em função dos males dos nossos dias, são muitos os motivos que levam uma pessoa a procurar ajuda de um Psicólogo. Já foi o tempo em que a pessoa que fizesse um tratamento psicoterápico, era taxado de louca, ou coisa do gênero. Atualmente passou a ser sinônimo de status. Poder dizer que estamos tendo condições financeiras просто порно para pagar alguém que nos auxilie a resolver nossos problemas pessoais e profissionais, nas circunstâncias atuais, é privilégio para poucos. Ter essa ajuda de um amigo, passou a ser muito difícil, uma vez que as pessoas estão cada dia mais individualistas, e ninguém tem tempo para escutar o problema de seu semelhante.

O mais importante é salientar que, sempre que nós não estivermos vivendo bem conosco e com os outros, devemos procurar ajuda, quer seja de um psicólogo, de um amigo, de uma religião ou do que quer que seja, o importante é fazer alguma coisa para ser e fazer os outros felizes.

MIQUEL BERNAT

MIQUEL BERNAT
MIQUEL BERNAT

MIQUEL BERNAT, Benisanó – Valência, é um dos mais destacados vultos internacionais da Percussão. Estudou nos conservatórios de Valência, Madrid, Bruxelas e Roterdão e frequentou o Aspen Summer
Music Course, nos Estados Unidos. Entre outros foi laureado com o “Prémio Extraordinário Final de Curso” dos conservatórios de
Madrid e de Bruxelas, com Prémio Especial de Percussão no concurso GAUDEAMUS, Holanda, 1993 ecom o segundo prémio de interpretação de Música Contemporânea no mesmo certame, com o
Rotterdam Percussive, bem como com o segundo prémio do Aspen Nakamichi Competition (EUA), como solista. Músico de grande versatilidade, tocou com a Orquestra Ciutat de Barcelona (1988-1991) e com
Royal Concertgebouw Orchestra de Amsterdam entre outras, e com os grupos de música contemporânea ICTUS Ensemble, Quarteto ICTUS de Bruxelas, Duo Contemporain de Rotterdam, etc.
Solista em incontáveis recitais, destaca-se a estreia mundial do Concerto para Marimba e 15 Instrumentos de David del Puerto no Festival ARS MUSICA, de Bruxelas e ENSEMS de Valência, e o
concerto Campos Magnéticos de César Camarero estreada com a Orquestra Nacional do Porto. Professor nos Conservatórios Superiores de Música de Roterdão e Bruxelas, Miquel BERNAT
tem desenvolvido um intenso trabalho pedagógico na Escola Superior de Música do Porto, Escola
Profissional de Música de Espinho, tendo sido recentemente convidado para leccionar na Universidade
de Aveiro e na Escola Superior de Música da Catalunha. Fundador, no Porto do “DRUMMING – GRUPO
DE PERCUSSÃO”, agrupamento residente do Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura, com o qual dirigiu numerosos concertos em Portugal, França, Alemanha, Brasil e Espanha.
Preconizando o tratamento de cada espectáculo musical em função de uma poética irrepetível,
tem vindo a desenvolver um conceito inovador de concerto onde a presença em palco, cenografia e
desenho de luzes ou o tratamento escultórico são valorizados ao mesmo nível da prestação musical.
Surgem, nesta linha, espectáculos com coreografia de Anne Teresa de Keesrmaeker como Just Before, com a Companhia das Rosas, Natural Strange Days, com o coreógrafo Roberto Olivan, e ainda Drumming Live, Rain ou April Me.
Noutra área, estreou em 2003 no IRCAM Centre George Pompidou, Paris, Mantis Walk in a Metal Space de Javier Alvarez, uma peça para Steel Drums solista, com grupo instrumental e
electrónica, desenvolvendo uma outra vertente como instrumentista, a de trazer para primeiro o plano
solístico instrumentos exóticos que raramente ascendem a um lugar de destaque na nossa cultura. Apaixonado pela criação contemporânea, colabora estreitamente com numerosos compositores,
tendo dezenas de obras que lhe foram dedicadas

Drumming

Drumming
Drumming

Drumming
«Drumming – Grupo de Percussão» emergiu no Porto em 1999. O Grupo tem vindo a sintetizar a evolução da percussão erudita em Portugal e na própria cultura ocidental. Ganhou rapidamente a simpatia do público e das críticas, constituindo na actualidade uma referência na vida musical de Portugal, obtendo no seu currículo dezenas de actuações em todas as principais salas do país: Centro Cultural de Belém, Fundação Gulbenkian, Culturgest, Teatro Camões, Teatro Rivoli, Teatro Nacional São João, Fundação de Serralves, etc., e também no estrangeiro: Espanha, Bélgica, França, Alemanha, Brasil…

Grupo residente da programação musical na Capital Europeia da Cultura – Porto 2001, tem contribuído para a divulgação de grandes peças contemporâneas, e formado o seu próprio repertório incentivando dezenas de compositores nacionais e internacionais a escreverem especialmente peças para o grupo, que tem explorado as mais diversas, variadas e imaginativas formas e tipos de exprimir a Percussão, ganhando progressivamente diversos públicos nesta especialidade.

Sob direcção de MIQUEL BERNAT, percussionista e pedagogo de prestígio internacional, membro fundador do ICTUS ENSEMBLE de Bruxelas e colaborador assíduo da Companhia de Dança Contemporânea ROSAS de Anne Teresa de Keersmaeker, Drumming destaca-se pela singularidade da sua programação, que resume as experiências da vida profissional do director, com a variedade e diversidade de estilos e formação dos membros que o compõem, vindo a concretizar diversas linhas de apresentação, que vão da música contemporânea ao Rock-Jazz-World Music, à música de cena para teatro, ópera e bailado, passando pela colaboração com outros agrupamentos e solistas, como a Orquestra da Gulbenkian, Orquestra Nacional do Porto, Remix-Ensemble Casa da Música, Quarteto Montagnana, Ivan Moniguetti, Maria João, etc.

Drumming – Grupo de Percussão mantém sempre a coerência estilística e temática, percorrendo as vias da inovação sonora e da poética do espectáculo enquanto momento cénico único e total.

Atraídos pelo ‘tic-tac’ de um metrónomo, juntam-se num quarto quatro pessoas enigmáticas muito sensíveis ao ritmo. Nesse espaço encontram diferentes objectos e instrumentos que lhes fazem disparar a imaginação e convertem-se em verdadeiros percussionistas sem limites estabelecidos. Este espectáculo tem uma adaptaçao para Escolas, direccionada ao público infantil. Espectáculo em torno do compositor Mauricio Kagel, pioneiro do movimento da “música teatral”. Apresentamos três peças de percussão satíricas e cheias de humor onde uma cozinha se converte em bateria e cinco percussionistas em bailarinas.
O gesto produz sons que por sua vez gera novos gestos que geram outros sons. A música como coreografia; a coreografia dispara sons. Sincro é o novo projecto do Drumming Grupo de Percussão. A sua configuração decorreu de desafios técnicos lançados por esta formação a seis compositores cujas obras se vêm desenhando segundo formatos heterogéneos. A articulação das peças destes autores segundo uma dinâmica de inter-relações – técnicas, experimentais e artísticas – definiu este programa que, aqui, se apresenta em estreia mundial. O redescobrimento da filosofia e costumes Orientais pelo Ocidente produziu modificações sócio-culturais nos anos 50 e 60 que também influenciaram a arte, e que em música se traduz em concepções e formas de compor muito diversas e de clara influência oriental, como o uso de certos instrumentos, a influência do I Ching e a Teoria das Probabilidades. Apresentamos aqui a Suite de concerto da nova produção de 2002 para dança, da Companhia Rosas da coreógrafa Anne Teresa de Keersmaeker “April me”, com música de Thierry de Mey. O programa completa-se com os dois duos de percussão e dança do jovem compositor alemão J. Schöllhorn.

Rock Metamorfoses
Tomando como base diferentes temas Pop e Rock (Beatles, Frank Zappa, U2, etc.), seis compositores compõem novas peças para percussão num jogo de transformação e imaginação.